(DES)DIBUJAR FRONTERAS / INAUGURAR FRONTERAS

(DES)DESENHAR (DES)DIBUJAR FRONTEIRAS FRONTERAS / INAUGURAR INAUGURAR FRONTEIRAS FRONTERAS

3 - IAU-USP: "Oferendas" - Jogo-performance

           
Ver o vídeo:

video


3.            No Instituto de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (IAU-USP)
Título:
"Oferendas" - Jogo-performance
Professores Responsáveis:
David M. Sperling; Fábio L. S. Santos; Joubert Lancha; Luciano B. Costa; Paulo Castral; Ruy Sardinha Lopes; Simone Tanoue Vizioli
Instituição:
Instituto de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (IAU-USP)
Local:
latitudes e longitudes da cidade de São Carlos, Brasil
Duração:
2 dias
Data e horário do WS:
Quinta e sexta-feira, 05 e 06 de novembro de 2015 (9h00 – 17h00)
Público alvo:
Estudantes de graduação e pós-graduação em arquitetura
Vagas disponíveis:
20 vagas

Resumo da proposta:
(Des) > desenhar > [Re] > configurar > (Des) > locar > [Re] > propor > (Des) > vendar > [Re] > compor > (Des) > encontrar > [Re] > quebrar > (Des) > colar > [Re] > perder > (Des) > cobrir > [Re] > fazer > (Des) > trocar > [Re] > encontrar > (Des) > criar > [Re] > travar > (Des) > marcar > [Re] > partir > (Des) > virar > [Re] > fundar > (Des) > territorializar > [Re] > mover > (Des) > significar > [Re] > envolver > (Des) > montar > [Re] > compartilhar > (Des) > juntar > [Re] > cortar > (Des) > dobrar > [Re] > oferendar > Fronteiras

"Oferendas" - Jogo-performance
Jogo-performance coletivo como dispositivo para

A. (Des)desenhar fronteiras
B. Realizar derivas
C. (Des)locar mídias locativas
D. Criar fábulas

Regras

1. Defina o intervalo de latitudes e longitudes da região urbana onde se pretende (des)desenhar fronteiras/realizar derivas/desnaturalizar mídias locativas/criar fábulas.
2. Selecione 20 participantes.
3. Organize os participantes em um número específico de equipes, respectivo ao número de oferendas desejadas ao final do jogo.
4. Sorteie a ordem das equipes.
5. Cada equipe deve escolher uma combinação de latitude e longitude pertencente à região urbana do jogo como local para sua oferenda, definindo-se subsequentemente as geolocalizações 1, 2, 3...
6. Munidos com dispositivos móveis de geolocalização, todos os participantes seguem à geolocalização 1. Neste local, a equipe 1 deve escolher um objeto a ele pertencente (site-specific) a ser trasladado para a geolocalização 2. Em seguida, todos os participantes seguem para a geolocalização 2, onde a equipe 1 realiza sua oferenda (escultura implantada).
7. A etapa 5 deve ser repetida tantas vezes quanto o número de equipes no jogo.
8. A última geolocalização deverá repetir a primeira, fechando-se um ciclo.
9. Todo o ritual, os percursos, as geolocalizações e oferendas devem ser cartografados por meio de mapas, fotografias e vídeos, segundo a seguinte lógica:

objeto N = geolocalização N → geolocalização (N+1)
Referências
Journey to the surface of the Earth (1969), Boyle Family

Contra-bólide Devolver terra a terra (1979), Hélio Oiticica

Quando a fé move montanhas (2002), Francis Alys

Você gostaria de participar de uma experiência artística? (1994 > ), Ricardo Basbaum

Message in a Bottle (2004), Layla Curtis


Monochrome Landscapes (2004), Laura Kurgan

Nenhum comentário:

Postar um comentário